Climatização

Fontes emissores de calor e/ou frio

A) Radiadores e Toalheiros
Os radiadores e toalheiros são os elementos emissores de calor que permitem aquecer um compartimento de uma casa.
Estes componentes têm que ter a potência capaz para suprir as necessidades térmicas do local onde são instalados.
A troca de calor entre a água quente proveniente da fonte de calor é feita de forma natural, ou seja, os radiadores e os toalheiros funcionam silenciosamente.

B) Chão Radiante
O aquecimento do chão é uma das opções possíveis para conseguir uma temperatura mais equilibrada no lar. Este sistema permite que a temperatura ao nível do chão seja maior, perdendo gradualmente intensidade em função da altura. Este aquecimento é conseguido sem o movimento de pó causador de problemas de saúde. Este tipo de aquecimento pode ser conseguido por fluído térmico ou por electricidade (embora em termos ecológicos o aquecimento de chão radiante por fluído térmico seja muito mais viável). Recomenda-se que este sistema seja instalado na altura da construção da habitação e projectado juntamente com as outras especialidades de projecto.

C) Parede Radiante
O sistema de paredes radiantes é uma das poucas soluções que permitem aquecer ou arrefecer o ambiente conforme as necessidades térmicas de cada família. Para além disso, causa uma sensação de conforto já que, nos outros sistemas de aquecimento, as temperaturas do ar são agradáveis mas ao aproximar-se da parede a pessoa tem uma sensação de frio/calor. Ao aquecer-se um compartimento a temperatura das paredes é sempre mas baixa do que o ar. No caso das paredes radiantes essa sensação desaparece e existe uma maior homogeneidade térmica, sem que haja um levantamento de pó causador de alergias e outras doenças. Este sistema utiliza circuitos de fluído térmico dentro das paredes. Recomenda-se que a instalação seja feita aquando da construção da casa.

D) Tecto Radiante
O tecto radiante apenas permite arrefecer, é utilizado principalmente em divisões com uma área reduzida de paredes. Tem a vantagem de poder ser montado em tectos falsos deixando as paredes livres para a decoração. É também um sistema de manutenção fácil. A convecção proveniente do arrefecimento é uniforme, logo, não cria correntes de ar que provocam o movimento do pó. O fluído térmico que circula no tecto retira calor da divisão e envia esse calor para a bomba de calor que por sua vez expele para o solo ou para o ar exterior.

D) Ar Condicionado
O ar condicionado utiliza o ciclo frigorífico para arrefecer as divisões que se encontram com uma temperatura acima das condições de conforto. Hoje em dia estes sistemas já permitem inverter o ciclo e por sua vez produzir ar quente, ou seja, produzem frio e calor. Têm a grande desvantagem de levantar pó devido ao movimento de ar produzido pelo ventilador da unidade interior. A sua produção de frio/calor também não é uniforme o que faz com que os utilizadores se sintam desconfortáveis na zona de ventilação da unidade interna.

Para mais informações ou pedido de orçamento contacte-nos.

Formulário de Contacto Geral